segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Luz e gesto em Almeida Júnior

Última semana do ano e uma última boa surpresa: o livro dissertação de Daniela Carolina Perutti (Antropologia, FFLCH), Almeida Júnior, gestos feitos de tinta (Alameda, São Paulo, 2011). O pintor, que não conseguiu alcançar o século XX por força de um crime passional que lhe tirou a vida e interrompeu sua brilhante carreira como artista plástico, é autor de pelo menos meia dúzia de obras bem conhecidas por terem sido copiadas infinitamente pelos "meios de reprodutibilidade técnica" (e sem perder a aura!): Caipira picando fumo (1893), O violeiro (1899) - ambos relidos em capas de discos de Rolando Boldrin por obra de Elifas Andreato - Nhá Chica (1895) - representada pela atriz Geni Prado no filme Marvada Carne - Amolação interrompida (1893), entre outras obras com temática caipira. Diversos foram os pesquisadores que ressaltaram o uso da luz tropical na obra de Almeida Jr., embora tivesse estudado em Paris. No entanto, Daniela deixa a princípio essa questão de lado, pois vai se dedicar ao estudo do gesto, natural de sua formação de antropóloga. Vai assinalar que os quadros do autor são, na verdade, num período em que o paulista procurava seu tipo formador, e que acabou recaindo sobre o bandeirante romantizado (tive um professor que dizia que essa representação dava até a impressão de que o velho matador de índio vestia calças de tergal!), uma catalogação gestual do caipira, algo que se forma socialmente e se perpetua por "imitação prestigiosa". Ou seja, a criança imita aquele que obtém seu prestígio, de modo a reproduzir determinada técnica gestual. Certamente que esse gestual evolui com o tempo, de modo que a representação em tela de uma época acaba gerando um efeito de registro antropológico. O trabalho é minucioso, como requer a análise de quadros, e envolvente, como exige uma pesquisa sobre a cultura. Para mim apaixonante, por adentrar o universo do caipira. Reproduzo aqui algumas das obras menos conhecidas, nomes assinalados na legenda. Em tempo: uma boa mostra da obra de Almeida Júnior se encontra na Pinacoteca do Estado de São Paulo.

O derrubador brasileiro (1879)
Cozinha caipira (1895)
Arquivo: Almeida Júnior - Apertando o Lombilho, 1895.jpg
Apertando o lombilho (1895)

Ficheiro:Almeida Júnior - Caipiras Negaceando, 1888 (MNBA).jpg
Caipiras negaceando (1888)

Nenhum comentário: